quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Péssimos hábitos que prejudicam a autoestima


Construindo a autoestima


CONSTRUINDO A AUTOESTIMA
              A autoestima deve ser construída desde pequeno.
              A infância é a fase primordial para a construção da autoestima.
              Para isso deve-se observar:
·       Como a criança percebe o valor que as pessoas dão a ela e isto pode ser feito através de elogios, atenção e afeto;
·       Suas próprias experiências através dos seus sucessos ou fracassos;
·       As exigências e as aspirações que a criança coloca em si mesmo e o que os outros esperam dela para ter sucesso;
·       A maneira como a criança lida com as críticas e comentários negativos.
Pais! Fiquem atentos ao aprendizado emocional que está sendo adquirido pelos seus filhos.
Paula Espíndola
#autoestima #infancia #pais #paulaespindolapsicologa #insightpsique

terça-feira, 29 de outubro de 2019

A pessoa mais importante em sua vida


A PESSOA MAIS IMPORTANTE EM SUA VIDA
              Muitas vezes queremos a todos e esquecemos da pessoa mais importante em nossa vida, que é você mesmo.
              O que você ganha em ser boa para todos e não para si mesmo?
              Não tenha medo de amar-se, isso é maravilhoso e essencial para o seu bem-estar.
              O amor-próprio é primordial na vida do ser humano, pois é um amor que jamais erramos, amar a si mesmo é sempre válido e positivo.
              Aprenda a se amar, valorizar e consequentemente não ter medo de amar os outros.
              Caso esteja difícil de despertar e deixar florir esse amor-próprio, procure a psicoterapia para que descubra o mecanismo de descoberta pessoal.
Paula Espíndola
#autoestima #valorizar #amorproprio #paulaespindolapsicologa #insightpsique

segunda-feira, 28 de outubro de 2019

Construção da autoestima


A culpa e a comparação prejudicam a autoestima


A CULPA E A COMPARAÇÃO PREJUDICAM A AUTOESTIMA
              A autoestima é fundamental para o desenvolvimento saudável do indivíduo.
              Sentir-se culpado por tudo é um alerta máximo de baixa autoestima.
              Não se preocupe em agradar aos outros, coloque-se sempre em primeiro plano, queira e deseje agradar a si mesmo.
              A comparação é um veneno para autoestima, nunca devemos nos comparar aos outros, pois temos que entender que somos seres único, não existe ninguém igual a você e isso é maravilhoso.
              Invista muito em sua autoestima, procure a psicoterapia para se livrar dessa comparação que prejudica muito a saúde mental e emocional de qualquer pessoa.
              Acredite em seu potencial. Mas qual? Descubra! Ele está aí dentro de você querendo ser explorado.
Paula Espíndola
#autoestima #culpa #comparação #paulaespindolapsicologa #insightpsique

sexta-feira, 25 de outubro de 2019

Eu me amo


EU ME AMO
              Ter uma boa autoestima e amor-próprio é fundamental para a saúde mental de uma pessoa.
              Já o narcisista apresenta uma admiração excessiva por si mesma, embora na maioria das vezes camufla sua baixa autoestima.
              Quando estamos nos amando, deve-se preservar essa fase de estar bem consigo mesmo, mas lembre-se que qualquer pessoa passa por altos e baixos em sua autoestima, por isso é fundamental, entender quando nosso mecanismo vivencia esse momento de sentir-se bem e aproveitar sempre.
              A autoestima tem tudo a ver com o amor-próprio, que deve ser muito cultivado, pois nos fortalece e nos dá autoconfiança e isso tudo se consegue através do autoconhecimento.
              Não tenha receio de amar-se!
              Diga: Eu me amo!
Paula Espíndola
#amorproprio #amor #autoestima #paulaespindolapsicologa #insightpsique

quinta-feira, 24 de outubro de 2019

Invista em sua autoestima - LIVE 47


Exercício para autoestima


EXERCÍCIOS PARA AUTOESTIMA
              Quando não se está bem consigo mesmo se tem uma baixa autoestima.
              Muitas vezes sente-se com autoestima destruída, sugiro que reserve um tempo diário para você, com horário marcado para esse investimento pessoal, marque esse horário em sua agenda.
              Afinal, você tem um compromisso consigo mesmo!
              Um exercício prático muito importante é olhar-se no espelho por 3 minutos, observe, analise seu corpo, seus movimentos, fale consigo mesmo, perceba sua reação e acima de tudo respeite o que há de melhor em você.
Paula Espíndola
#exercicio #autoestima #compromisso #paulaespindolapsicologa #insightpsique

quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Os sinais da baixa autoestima


Alguns sinais da baixa autoestima


ALGUNS SINAIS DA BAIXA AUTOESTIMA
              Na maioria das vezes, as pessoas que querem muito estar em evidência escondem sua baixa autoestima.
              Por isso tem a necessidade de exaltar algumas situações para camuflar essa baixa autoestima.
              Aqui vão alguns sinais de baixa autoestima e analise se isso está realmente acontecendo com você.
              Esses sinais são:
·       Timidez;
·       Sensação de culpa;
·       Rejeição;
·       Sensação de abandono;
·       Medo e insegurança;
·       Carência afetiva;
·       Vergonha;
·       Raiva;
·       Sensação de estar sendo humilhado;
·       Dependência financeira e emocional;
·       Críticas e autocríticas.
Agora responda, quais desses sinais mexe mais com você? Reflita bem para reverter essa situação.
Paula Espíndola
#autoestima #rejeição #insegurança #paulaespindolapsicologa #insightpsique

terça-feira, 22 de outubro de 2019

Autoestima na gravidez


A AUTOESTIMA NA GRAVIDEZ
              A gravidez mexe muito com a mulher, por isso é fundamental investir na autoestima sempre, inclusive na gravidez.
              Aceitar que é uma fase transitória e estarem dispostos a rever a relação, que muda com o nascimento dos filhos.
              Proponha um diálogo franco para que possam ajustar o que precisa ser melhorado.
              Invista nessa conversa, mas saiba como falar e esteja aberta a escutar.
              Uma dica valiosa: estimule a participação do pai para ajudar com os afazeres para o filho, pois isso aproxima os laços familiares.
Paula Espíndola
#autoestima #gravidez #relacionamentospsicologia #paulaespindolapsicologa #insightpsique

segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Autoestima e seus sinais


Autoestima


AUTOESTIMA
              Fala-se muito de autoestima, mas é fundamental entender o que realmente é a autoestima, que é:
·       A imagem que temos de nós mesmos, tanto física como emocional;
·       A maneira como me percebo e acima de tudo se valorizar positivamente;
·       Gostar de si mesmo e investir no amor-próprio;
·       A valorização positiva e a opinião que temos de nós mesmos.
A autoestima está relacionada com autoimagem positiva, autoconfiança, auto aceitação, autorrespeito e autojulgamento.
Paula Espíndola
#autoestima #autoimagem #paulaespindolapsicologa #relacionamentospsicologia #insightpsique


domingo, 20 de outubro de 2019

Reconstrução após relação abusiva


A RECONSTRUÇÃO APÓS A RELAÇÃO ABUSIVA
              O início dessa reconstrução será a convicção de que tomou a melhor decisão em sua vida.
              É evidente que não será fácil reconstruir-se, mas com certeza será possível e para isso coloque essas dicas em prática:
·       Fique longe de pessoas negativas e que não te façam bem;
·       Marque em sua agenda um compromisso diário com você, invista em sua autoestima;
·       Não se isole, aproxime-se de pessoas que te ajudam a recarregar suas energias;
·       Permita-se viver suas emoções, mas estabeleça um prazo para isso;
·       Cuide de si, faça atividades que lhe dê prazer, aquelas que deixou de fazer durante esse relacionamento;
·       Procure psicoterapia para superar essa fase difícil.
Para um relacionamento saudável tem que ter equilíbrio, onde as necessidades de ambos são atingidas.
Jamais queira satisfazer as necessidades do outro, esquecendo de si mesmo.
Paula Espíndola
#reconstrução #relacionamentoabusivo #relacionamentospsicologia #paulaespindolapsicologa #insightpsique

quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Reconstruir-se após relacionamento abusivo - LIVE 46


Saindo do relacionamento abusivo


SAINDO DO RELACIONAMENTO ABUSIVO
              Para sair de um relacionamento abusivo tem que estar preparado para entrar em ação.
              Vou dar algumas dicas e estratégias para que consiga sair de um relacionamento abusivo, que são:
·       Em primeiro lugar tem que perceber que está vivenciando um relacionamento abusivo;
·       Fique atento aos sinais desses abusos e não justifique os comportamentos do abusador;
·       Acredite que não tem o poder de mudá-lo;
·       Afaste-se de pessoas que não te façam bem, procure apoio de amigos e familiares;
·       Não tenha receio de ficar sozinho, aprenda a apreciar a sua companhia;
·       Encoraje-se para esse fim e planeje-se para isso;
·       Contato zero com o ex parceiro, não vasculhe as redes sociais dele, isso só trará mais sofrimento;
·       Pense mais em você, invista em sua autoestima e autoconfiança.
Não está conseguindo lidar com isso?
Procure psicoterapia para que consiga entender todo esse processo, que aceite essa dor para assim ressignificar a sua história.
Paula Espíndola
#relacionamentoabusivo #relacionamentoabusivopsi #ressignificar #paulaespindolapsicologa #insightpsique

quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Dicas para reconstruir-se do relacionamento abusivo


Evite relacionamentos abusivos


EVITE RELACIONAMENTOS ABUSIVOS
              Quando se descobre uma traição, é um processo muito doloroso, ficam mágoas, ressentimentos e uma grande desvalorização pessoal.
              Muitas pessoas traídas ficam com baixa autoestima.
              Agora é a hora de pensar em você e fique atento para não se envolver novamente em relacionamentos abusivos.
              Para evitar esses relacionamentos deve-se:
·       Estar bem consigo mesmo para não cair em novas ciladas;
·       Estar atento para identificar essa relação abusiva desde o início, cuidado porque o encantamento inicial do relacionamento cega as pessoas;
·       O comportamento abusivo só é permitido quando se está com baixa autoestima, pois o parceiro alimenta essa autoestima abalada;
·       Faça psicoterapia para se fortalecer e aprenda a reconhecer esses relacionamentos tóxicos.
Está disposto a isso?
Paula Espíndola
#relacionamentoabusivo #psicoterapia #paulaespindolapsicologa #insightpsique

O menosprezo na relação abusiva


O MENOSPREZO NA RELAÇÃO ABUSIVA
              O relacionamento que tem agressões físicas, verbais ou emocionais, controle excessivo, chantagens emocionais, é considerado abusivo, porque além desses sinais devem ter outros que você possa nem ter percebido ainda.
              O menosprezo é uma característica típica de relacionamentos abusivos.
              Tenha cuidado para não se influenciar com esse menosprezo e acredite em seu potencial.
              Demonstre que acredita em si mesmo.
              Estamos nessa vida para sermos felizes. Pense nisso!
              Até quando vai adiar a sua felicidade?
Paula Espíndola
#relacionamentoabusivo #menosprezo #chantagem #paulaespindolapsicologa #insightpsique

Os sinais de uma relação abusiva


OS SINAIS DE UMA RELAÇÃO ABUSIVA
              Analise se está vivenciando um relacionamento, ficando atento nos sinais mais comuns desse tipo de relação, que são:
·       Ciúme e controle excessivo;
·       Ameaças e violência física;
·       Chantagens, inclusive usam os filhos para isso;
·       Invasão de privacidade;
·       Destrói autoestima do parceiro;
·       Afasta o parceiro de amigos e até de familiares;
·       Menospreza o parceiro, até o ridiculariza;
·       Controle financeiro, pois não existe diálogo sobre dinheiro e finanças;
·       Invalidação de sentimentos, jogos emocionais.
Analise se possui esses sinais e fuja de relacionamentos abusivos.
Paula Espíndola
#sinaisabusivos #relaçãoabusiva #relacionamentoabusivopsi #paulaespindolapsicologa #insightpsique

sexta-feira, 11 de outubro de 2019

6 passos para sair do relacionamento abusivo


6 PASSOS IMPORTANTES PARA SAIR DE RELAÇÕES ABUSIVAS
              O relacionamento abusivo é um grande pesadelo.
              Aqui vão 6 passos importantes para sair de um relacionamento abusivo:
·       1° passo: identificar que está num relacionamento abusivo, pois é algo muito difícil e doloroso até de admitir.
·       2° passo: querer sair desse relacionamento que te sufoca, machuca, fere, aprisiona.
·       3° passo: procurar ajuda de amigos, familiares e psicológica.
·       4° passo: ter a iniciativa de colocar um fim nesse relacionamento.
·       5° passo: pensar mais em você e elevar sua autoestima.
·       6° passo: agora que já superou esse relacionamento, vá em busca da felicidade.
Permita-se ser feliz!
Paula Espíndola
#relaçãoabusiva #relacionamentoabusivopsi #paulaespindolapsicologa #insightpsique

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

Relações abusivas - LIVE 45


Não se submeta a relacionamentos abusivos


NÃO SE SUBMETA A RELACIONAMENTOS ABUSIVOS
              Vivenciar um relacionamento abusivo é muito doloroso e traz muito sofrimento.
              Esse tipo de relação acontece porque um pratica os abusos e o outro mesmo sem perceber se submete a isso, ou seja, de alguma maneira permitiu que acontecesse esses ataques.
              Na verdade, faltou impor limites desde o início do relacionamento.
              Deve-se ficar muito atento aos sinais, os indícios dos comportamentos abusivos desde o início e já ir se posicionando: “Comigo não!”
              Esse limite é fundamental para que esse relacionamento não se torne abusivo, que pode levar até ao feminicídio, que são os assassinatos de mulheres.
              No feminicídio temos:
·       Agressões físicas e psicológicas;
·       Violência e abusos sexuais;
·       Mutilações;
·       Torturas;
·       Perseguições.
Sei que esse tipo de relacionamento traz mágoa, ressentimento, mas cuidado para não generalizar, pois existem muitas pessoas maravilhosas.
Paula Espíndola
#relacionamentoabusivo #feminicidio #paulaespindolapsicologa #insightpsique #relacionamentospsicologia

Comportamentos abusivos


quarta-feira, 9 de outubro de 2019

os comportamentos do abusador


OS COMPORTAMENTOS DO ABUSADOR
              O relacionamento abusivo ocorre quando um dos parceiros demonstra excesso de poder sobre o outro, deixando-o refém da situação para que tenha a satisfação de seus desejos e impulsos, não se importando com sentimentos alheios.
              Geralmente, o abusador possui um histórico de abuso com outras pessoas.
              Esses comportamentos podem ser demonstrados através de:
·       Ciúme excessivo;
·       Possessividade;
·       Manipulação;
·       Comportamento controlador e explosivo;
·       Ameaças e agressões verbais e físicas;
·       Abuso emocional e até econômico;
·       Mudanças repentinas de humor;
·       Superioridade;
·       Comportamento punitivo e até chantagista;
·       Humilhações frequentes;
·       Promessas não cumpridas.
Saia desse relacionamento, procure ajuda de amigos, familiares e psicoterapia, mas seja persistente em sua decisão. Dê um basta!
Paula Espíndola
#comportamentoabusivo #abusador #possessividade #paulaespindolapsicologa #insightpsique

terça-feira, 8 de outubro de 2019

Característica da vítima do relacionamento abusivo


CARACTERÍSTICAS DA VÍTIMA DO RELACIONAMENTO ABUSIVO
              Muitas vezes, a pessoa que sofre com relações abusivas demora a perceber esses abusos.
              A pessoa que sofre com relacionamento abusivo apresenta algumas características:
·       Passa a ter medo do parceiro, sentindo-se inferiorizada;
·       Torna-se dependente afetivamente devido sua fragilidade emocional;
·       Justifica todas as atitudes do parceiro, sempre dando desculpas pelos seus comportamentos;
·       Faz tudo o que parceiro quer, mesmo que seja contra sua vontade;
·       Não tem coragem para encarar o fim desse relacionamento.
Sugiro que analise seus comportamentos para ver se enquadra nesse tipo de relacionamento.
Paula Espíndola
#relacionamentoabusivo #abusado #vitima #paulaespindolapsicologa #insightpsique

6 passos para sair do relacionamento abusivo


segunda-feira, 7 de outubro de 2019

Relacionamento abusivo, aqui não!


RELACIONAMENTO ABUSIVO, AQUI NÃO!
              Qualquer término de relacionamento traz sofrimento, mas quando se vive uma relação abusiva, a pessoa já está vivenciando essa dor por um tempo.
              O fim do relacionamento abusivo depende da decisão firme de querer dar um basta no sofrimento decorrente desses abusos.
              Geralmente, a relação abusiva não começa de uma maneira abusiva, porque os abusos vão começando gradativamente na medida em que permitiu que eles ocorressem.
              Então começam com ataques emocionais, verbais e muitas vezes até físico e sexual.
              Quando vivenciamos um relacionamento abusivo, o sofrimento dessa relação pode deixar marcas profundas na vida de uma pessoa. Por isso é fundamental a psicoterapia para que consiga encarar esse término da relação, livrando-se dessas marcas.
              Lembre-se! Esse relacionamento não deu certo, mas existem pessoas maravilhosas, que aparecerão na sua vida em um momento mais adequado, quando estiver preparado para uma nova relação.
Paula Espíndola
#relacionamentoabusivo #fimdorelacionamento #paulaespindolapsicologa #insightpsique #relacionamentospsicologia

sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Liberte-se dos sentimentos negativos


LIBERTE-SE DOS SENTIMENTOS NEGATIVOS
              Os sentimentos negativos trazem muita dor e sofrimento.
              Para se libertar desses sentimentos negativos deve-se:
·       Conviver com pessoas positivas;
·       Afaste-se de pessoas tóxicas;
·       Seja mais positivo;
·       Relaxe mais;
·       Faça atividades físicas;
·       Preencha seu tempo ocioso;
·       Identifique o pessimismo;
·       Viva sem reclamações;
·       Dê atenção para o que importa;
·       Aprecie a natureza;
·       Escute uma boa música;
·       Cultive a gratidão.
Para finalizar darei um exercício: pegue uma folha, escreva todos pensamentos negativos que te rodeiam, depois leia e tasgue o papel, assim seu cérebro entenderá que não quer mais esses sentimentos negativos.
Permita-se ser feliz!
Paula Espíndola
#sentimentonegativo #sentimento #paulaespindolapsicologa #insightpsique

quinta-feira, 3 de outubro de 2019

LIVE 44 - Liberte-se sentimentos negativos


Inteligência emocional


INTELIGÊNCIA EMOCIONAL
              A inteligência emocional e o autoconhecimento são fundamentais para o controle do nosso pensamento que gera emoção.
Para investir na inteligência emocional:
·       Observe e reveja seu próprio comportamento;
·       Controle suas emoções;
·       Aprenda a lidar com emoções negativas;
·       Alimente sua autoconfiança;
·       Aprenda a lidar com as pressões do cotidiano;
·       Expresse seus sentimentos e desejos;
·       Use a empatia;
·       Exercite o respeito e a tolerância pelos outros.
Com o investimento na inteligência emocional adquirimos amor-próprio, franqueza, confiança e boa comunicação.
Paula Espíndola
#inteligenciaemocional #sentiemntos #autoconfiança #paulaespindolapsicologa #insightpsique

quarta-feira, 2 de outubro de 2019

Liberte-se dos sentimentos negativos


Lidando com sentimentos


LIDANDO COM OS SENTIMENTOS
Para lidar com os nossos sentimentos, deve-se entender que temos:
·       Pensamento: que dispara a reação emocional;
·       Sentimento: trabalhado através da inteligência emocional e domina seus comportamentos;
·       Comportamento: tem que ter comportamento, atitude para chegar a um resultado;
·       Resultado: tudo na vida é resultado
Então revisando:
·       Um pensamento gera uma emoção;
·       Que gera um comportamento;
·       Que conduz a um RESULTADO.
Paula Espíndola
#sentimentos #resultado #pensamento #paulaespindolapsicologa #insigtpsique

Educação afetiva


Diferença entre sentimentos e emoções


Sentimentos positivos e negativos


SENTIMENTOS POSITIVOS E NEGATIVOS
Segundo Abraham Maslow, todo ser humano nasce com senso de valores pessoais positivos e negativos, sendo atraídos por tais valores.
Os sentimentos positivos são aqueles que geram bem-estar, envolvendo sensações agradáveis e desejáveis. Traz como benefício uma maior flexibilidade do pensamento, incentivo a criatividade e uma visão mais ampla da situação.
Os sentimentos negativos são aqueles que manifestam uma forma do desconforto na pessoa e serve para indicar que algo não está indo muito bem.
Temos também o sentimento neutro, que são aqueles quando produzidos, não conduzem a reações agradáveis ou desagradáveis, mas facilitarão o aparecimento de estados emocionais, que são a compaixão e surpresa.
Paula Espíndola
#sentimentopostivo #sentimentonegativo #sentimento #paulaespindolapsicologa #relacionamentospsicologia