sexta-feira, 31 de janeiro de 2020

Fortalecendo-se para o fim do relacionamento


FORTALECENDO-SE PARA O FIM DO RELACIONAMENTO
              Em primeiro lugar analise todo seu relacionamento, os bons, maus momentos e quais são os que mais se destacam na sua percepção.
              Será que consegue superar essas dificuldades?
              Quais são os momentos que mais prevalecem em seu relacionamento?
              Se passou pela sua cabeça terminar esse relacionamento, provavelmente você já tentou várias vezes, investir nessa relação, mas não obteve bons resultados.
              Sugiro que reflita bem: Está feliz nesse relacionamento? Ou não aguenta mais uma relação cheia de brigas e intrigas?
              Encoraje-se e tome uma decisão, mas tem que ser por você, tenha autoconfiança e acredite em seu potencial.
              Caso termine esse relacionamento e se arrependa, lembre-se de focar no que levou ao término dessa relação.
Paula Espíndola
#fimdorelacionamento #relacionamento #decisão #paulaespindolapsicologa #insightpsique

Relacionamentos - LIVE 58


quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

Imposições familiares


IMPOSIÇÕES FAMILIARES
              Nada que é imposto aos ser humano são vistos com bons olhos.
              A família tem várias missões importantes na vida de seus filhos e muitos preservam a religiosidade vinda de sua herança familiar.
              Normalmente é durante a adolescência e início da fase adulta, que tem suas próprias escolhas e opiniões religiosas, causando várias discussões e divergências familiares.
              O dialogo familiar deveria fazer parte de todas as famílias, onde cada um expõe suas ideias e opiniões, havendo respeito acima de tudo.
Paula Espíndola
#relacionamentofamiliar #familia #dialogo #paulaespindolapsicologa #insightpsique


Autoconhecimento


quarta-feira, 29 de janeiro de 2020

Individualidade e individualismo


INDIVIDUALIDADE E INDIVIDUALISMO
              É fundamental preservar a individualidade em seu relacionamento.
              Nessa individualidade constitui sua segurança, capacidade de escolhas e determinação.
              Lembrando que a individualidade é totalmente diferente do individualismo.
              O individualismo demonstra a incapacidade de aprender com os outros, na falta de solidariedade, atende somente seus próprios interesses, não se preocupando com os outros, não tendo empatia, que é a capacidade de se colocar no lugar do outro.
              Converse sobre a diferença da individualidade e do individualismo e em casos de dificuldade de entendimento, seria importante a terapia de casal para que aprenda a desenvolver esses 3 mundos, o eu, o seu e o nosso, em harmonia.
Paula Espíndola
#individualidade #individualismo #relacionamento #paulaespindolapsicologa #insightpsique


terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Meu, seu e nosso


MEU, SEU E NOSSO
              Um relacionamento saudável necessita de 3 mundos: MEU, SEU e NOSSO.
              É necessário ter seus momentos individuais, encontrar-se consigo mesmo, lidar com suas questões pessoais, trabalhar seu autoconhecimento.
              É evidente que se necessita de tudo isso, a outra parte também precisará.
              Deve-se priorizar o NOSSO quero dizer, ter os momentos do casal, somente do casal, sem filhos e familiares, arrumem um tempo para isso, organizem-se para esses momentos prazerosos.
              Percebeu como é importante essa individualidade em seu relacionamento? Aprenda a ceder e dosar em sua relação.
Paula Espíndola
#nosso #casal #terapiadecasal #paulaespindolapsicologa #insightpsique

Histórias sobre relacionamentos


segunda-feira, 27 de janeiro de 2020

Separação e reconquista


SEPARAÇÃO E RECONQUISTA
              Na separação do casal, aproveite esse momento que está afastado para analisar todo seu relacionamento, os reais motivos que levaram a essa separação.
              Reflita em alguns questionamentos:
·       Qual sua parcela de culpa para esse afastamento?
·       Acredita que poderá reverter essa situação?
·       O que não estava bom em seu relacionamento que pode ser mudado?
·       O que você pode mudar em suas atitudes e comportamento?
·       Está realmente disposto a encarar essa mudança?
·       Quais serão suas ações?
·       Quando entrará em ação?
Depois de ter respondido todos esses questionamentos, poderá fazer uma tentativa de aproximação, expondo todos esses pontos, mas seja realmente franco em suas decisões e escolhas.
Lembrando que a possibilidade da retomada desse relacionamento não depende somente de uma pessoa, ambos têm que quererem e estarem dispostos a ressignificar sua história.
Paula Espíndola
#Janeirobranco #separação #reconquista #paulaespindolapsicologa #insightpsique

sexta-feira, 24 de janeiro de 2020

Carência Afetiva


CARÊNCIA AFETIVA
              A carência afetiva prejudica a qualidade de qualquer relacionamento, porque a pessoa não se valoriza com receio de ser abandonada.
              O carente afetivo é subnutrido das suas próprias necessidades e nasce de uma estabilidade emocional.
              A carência afetiva pode levar:
·       Medo de ser abandonado;
·       Crises de ansiedade;
·       Controle excessivo;
·       Crises de ciúme constante.
Para lidar com essa situação:
·       Analise o nível da sua carência;
·       Observe se está dependente emocional das pessoas;
·       Tenha momentos de relaxamento de corpo e mente;
·       Aprecie sua companhia;
·       Seja mais realista;
·       Tenha uma vida própria, sem depender dos outros;
·       Eleve sua autoestima;
·       Aproxime-se de pessoas positivas, que lhe façam bem;
·       Coloque-se sempre em primeiro lugar.
Lembre-se! Você sempre em primeiro plano.
Paula Espíndola
#carenciaemocional #janeirobranco #ciume #ansiedade #paulaespindolapsicologa #insightpsique

quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

Fui descartado! E agora?


FUI DESCARTADO! E AGORA?
              Quando a pessoa se sente descartada, fica muito fragilizada emocionalmente, pois o sentimento da rejeição machuca e fere nosso coração e sentimentos.
              Para lidar com essa rejeição deve-se:
·       Pense mais em você, cuide de sua autoestima;
·       Procure apoio de amigos e familiares;
·       Tenha cuidado com autocrítica;
·       Aproveite essa dor para seu crescimento pessoal;
·       Faça psicoterapia.
Tenha a consciência de que não agradamos a todos, mas cuidado para não fazer tudo para ser aceito, agradar a todos e perder a sua essência.
Paula Espíndola
#descartado #rejeição #janeirobranco #fimdorelacionamento #paulaespindolapsicologa #insightpsique

quarta-feira, 22 de janeiro de 2020

Carência afetiva


Interferência familiar em seu relacionamento


INTERFERÊNCIA FAMILIAR EM SEU RELACIONAMENTO
              O casal deve estar preparado para lidar com os familiares para que não interfiram em seu relacionamento amoroso.
              O diálogo entre o casal é fundamental para que estabeleçam regras para que os demais não interfiram em sua rotina.
              Muitos pais com o objetivo de ajudar seus filhos, prejudicam seus relacionamentos.
              Caso isso esteja acontecendo em seu relacionamento, proponha uma conversa franca para que estabeleçam combinados para essa relação e fale do que está sentindo com essa situação.
              Uma dica valiosa! Nunca tente colocar seu parceiro contra a sua sogra, isso será muito desgastante e só levará a mais discussões.
              Observe se o seu parceiro não está sendo manipulado emocionalmente pela mãe, pai ou algum familiar.
              Caso não consiga expressar seus sentimentos com clareza e sem ataques, proponha a terapia de casal para que possam ajustar esses pontos.
Paula Espíndola
#relacionamentofamiliar #janeirobranco #dialogo #paulaespindolapsicologa #insightpsique

terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Relacionamento com pessoas mais jovens


RELACIONAMENTO COM PESSOAS MAIS JOVENS
              Acredito que devemos escutar nosso coração e caso esse sentimento seja por alguém mais novo, deve-se analisar alguns pontos:
·       Ter autoconfiança e acreditar em seu potencial;
·       Estar preparado para as divergências de opiniões principalmente devido a maturidade de cada um;
·       Investir em sua autoestima para não se influenciar com opiniões e comentários alheios;
·       Acreditar nesse amor e focar no presente, curta cada momento;
·       Ter muito diálogo para estabelecerem regras para esse relacionamento.
Curta o momento e permita-se ser feliz.
Paula Espíndola
#janeirobranco #momentoreflexão #jovens #relacionamentoamoroso #paulaespindolapsicologa #insightpsique

Mais desabafos sobre relacionamentos


segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

Autoestima abalada na dependência financeira


AUTOESTIMA ABALADA NA DEPENDÊNCIA FINANCEIRA
              Uma situação muito comum é manter uma relação, mesmo sem amor, devido a dependência financeira. Está passando por essa situação?
              Por isso que sempre falo da importância de trabalhar, conquistar metas, realizar seus desejos, enfim ir em busca de seus sonhos.
              Hoje existem tantas maneiras de empreender, descubra seu potencial e vá em busca de seus objetivos.
              Conheço várias pessoas que se redescobriram após trabalhar e lutar pelos seus sonhos e que são independentes financeiramente.
              Outro ponto delicado é que nessa situação de dependência financeira, a autoestima tende a ficar abalada, mas é fundamental investir em sua autoestima.
              Aqui vão algumas dicas para isso:
·       Identifique suas qualidades e não foque nos defeitos;
·       Faça atividades prazerosas para seu corpo e mente;
·       Busque seu autoconhecimento para identificar o que precisa ser melhorado;
·       Resgate sua autoestima através de 3 ações: aceitar aquilo que não gosta de si e não tem como mudar, mudar aquilo que é possível e valorizar muito aquilo que gosta em si mesmo;
·       Aprenda a controlar seus impulsos;
·       Pense com mais positividade e encare a vida com mais leveza;
·       Aproxime-se de pessoas positivas e fuja de pessoas tóxicas;
·       Tenha comprometimento diário para investir em sua autoestima.
Caso esteja difícil lidar com essas dificuldades procure apoio profissional, faça psicoterapia.
Paula Espíndola
#autoestima #dependenciafinanceira #defeitos #paulaespindolapsicologa #insightpsique

sábado, 18 de janeiro de 2020

Superar o luto do relacionamento


SUPERAR O LUTO DO RELACIONAMENTO
              Cada pessoa passa pelo luto do relacionamento de maneira diferente.
              Para lidar com esse sofrimento:
·       Analise os motivos que levaram a esse fim do relacionamento;
·       Observe o que está causando esse sofrimento, será o vazio, solidão, falta do outro ou a rejeição?
·       Aceite sua dor, mas estabeleça um prazo para isso;
·       Controle sua ansiedade e seus impulsos;
·       Curta as pessoas positivas ao seu redor;
·       Faça atividades prazerosas, mesmo que não tenha muita vontade, seja persistente;
·       Seja você mesmo e invista em sua autoestima.
Procure a psicoterapia para lidar com essa perda e sofrimento.
Paula Espíndola
#lutorelacionamento #janeirobranco #sofrimento #paulaespindolapsicologa #insightpsique

quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

Rotina nos relacionamentos - LIVE 56


Meu relacionamento está difícil


MEU RELACIONAMENTO ESTÁ DIFÍCIL
              Quando o relacionamento passa por dificuldades, o diálogo é sempre a melhor solução.
              Proponha uma conversa franca e assertiva, ou seja, nem passiva onde só escuta o outro e nem agressiva, onde só ataca e julga o parceiro.
              Na comunicação assertiva, ambos falam e escutam o outro, então para isso deve-se:
·       Estimular sempre o diálogo;
·       Fale de maneira tranquila, sem impor a sua opinião;
·       Fique atento na comunicação não verbal, nos seus gestos e expressão;
·       Não use um discurso destrutivo, fale sem críticas e sem bombardeios;
·       Aprenda a escutar;
·       Tenha conversas produtivas, fale e exercite a escuta.
Caso esteja difícil proponha a terapia de casal, onde ambos expõem seus sentimentos diante de um profissional capacitado para isso.
Paula Espíndola
#relacionamento #dialogo #comunicaçãonãoverbal #paulaespindolapsicologa #insightpsique #janeirobranco

Melhorar a qualidade do relacionamento


quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

Medo do parceiro


MEDO DO PARCEIRO
              Viver ao lado de uma pessoa que tem medo, é terrível, ninguém merece viver uma relação amedrontada.
              Aqui vão algumas dicas para lidar com isso:
·       Analise desde quando começou esse medo;
·       Quais atitudes e comportamentos dele que te levam a ter esse medo;
·       Observe suas reações físicas e emocionais diante desse medo;
·       Procure apoio de amigos e profissionais;
·       Aprenda a impor seus limites;
·       Reflita em sua vida, quer viver assim até quando?
·       Enfrente esse medo, faça pequenos movimentos para esse enfrentamento;
·       Em casos de agressão procure as autoridades judiciais.
Caso esteja difícil enfrentar essa situação decorrente desse medo, procure psicoterapia para se fortalecer e descobrir seu potencial para ser feliz.
Paula Espíndola
#medo #pavor #amedrontado #paulaespindolapsicologa #abuso #insightpsique #janeirobranco

terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Reconquistar a confiança


RECONQUISTAR A CONFIANÇA
              Quando a confiança fica abalada ou perdida, é uma situação delicada de lidar.
              Nesse caso, proponha um diálogo franco, fale de seus sentimentos, mas esteja preparado para escutá-lo.
              Com certeza levará um tempo para reconstruir esse novo caminho em busca da nova confiança e isso dependerá dos acordos que serão estabelecidos daqui para frente.
              Para reconquistar, será necessário:
·       Entrar em contato consigo mesmo, aproveite esse momento de reflexão para avaliar sua vida;
·       Analisar todos os motivos que levaram ao fim do relacionamento;
·       Reflita para mudar o que não deu certo;
·       Tenha planos e metas para o futuro e deixe o passado para trás;
·       Esteja bem consigo mesmo, tanto no aspecto físico como emocional.
Lute pelo que deseja!
Paula Espíndola
#reconquista #confiança #relacionamentospsicologia #paulaespindolapsicologa #insightpsique #janeirobranco


Janeiro Branco


JANEIRO BRANCO
              Olá! Estou aqui nesse início de ano para falar da importância da campanha Janeiro Branco.
              Janeiro Branco é uma campanha dedicada a saúde mental e emocional das pessoas.
              Você deve estar se perguntando: Mas por que Janeiro Branco?
              Janeiro porque é a virada do ano, um novo ano que está se iniciando com novas perspectivas, são momentos mais reflexivos, é um mês terapêutico, porque refletimos o que aconteceu no ano anterior e traçamos metas para esse novo ano.
              É um momento em que abrimos as portas para olhar dentro de si mesmo.
              Refletir na qualidade dos nossos relacionamentos, na qualidade de vida e em nosso equilíbrio emocional.
              O Branco porque é um momento de partida, é uma página em branco que iremos escrever e traçar a nossa história.
              Essa campanha tem 5 objetivos importantes que são:
1.       Fazer do mês de Janeiro ser um marco temporal e estratégico para que todas as pessoas do mundo reflitam, debatam, planejam ações em prol da saúde mental e da felicidade em sua vida ao longo de todo o ano.
2.       Chamar atenção de todo mundo para o tema da saúde mental na vida das pessoas.
3.       Aproveitar o início do ano para incentivar as pessoas a pensarem a respeito de sua vida e de seus relacionamentos e o que andam fazendo para serem verdadeiramente felizes.
4.       Chamar atenção das pessoas para pensarem a respeito do que precisam mudar em suas vidas para serem realmente felizes.
5.       Mostrar as pessoas que sempre é possível o fechamento e a abertura de novos ciclos em busca da felicidade em sua vida.
Afinal ano novo, vida nova, meta nova!
Janeiro Branco tem dois propósitos:
·       Incentivar a mudança nas pessoas, analisar tudo que aconteceu com você.
·       Colocar mão na massa e traçar novas metas e aproveitar esse momento de início de ano para ir em busca de novas conquistas. Planeje e trace suas metas.
Não se acomode! Observe e fique atento aos seus pensamentos para buscar um equilíbrio emocional.
Temos um ano inteiro para conquistar nossos objetivos.
Quem cuida da mente, cuida da vida!
Um grande abraço
Paula Espíndola

Paula L. F. Espíndola
Psicóloga e Psicopedagoga - CRP 06/50889
INSIGHT PSIQUE
 

Sigam minhas redes sociais:


            YouTube: Paula Espíndola Psicóloga
Para atendimentos psicológicos online:
WhatsApp: 11983132371

Para atendimentos presenciais:
Rua: Dr. Luiz Migliano, 1110 - cj. 101 - CEP: 05711-001
Portal do Morumbi - São Paulo - SP
Fone: (11) 3749-0128
WhatsApp: (11) 98313-2371
Caso não queira mais receber os textos sobre Relacionamentos, mande um e-mail com o título REMOVER.






Desabafos sobre relacionamentos


Tirando o ex do coração


TIRANDO O EX DO CORAÇÃO
              O término de um relacionamento é algo difícil de encarar mesmo quando já percebeu que não tem mais amor de uma das partes.
              Parece que tudo está desmoronando, mas acredite que essa dor passará, diminuirá gradativamente. Por isso é necessário vivenciar todas as 5 fases do luto do relacionamento: negação, raiva, negociação, tristeza e aceitação.
              Para superar o fim do relacionamento, deve-se:
·       Aprender a lidar com seus próprios sentimentos e emoções negativas;
·       Coloque suas emoções para fora, chore muito, mas estabeleça um prazo para esse sofrimento;
·       Avalie como estava seu relacionamento, não foque somente nos bons momentos, mas lembre-se dos maus momentos que levou ao fim da sua relação;
·       Não vasculhe as redes sociais do seu parceiro;
·       Mude seu hábito e lugares que frequentava com ele;
·       Procure apoio de amigos e familiares;
·       Faça atividades que goste e que deixou de fazer quando estava com ele;
·       Tenha resiliência, aprenda com seus erros para não os repetir;
·       Invista em sua autoestima que tende a ficar abalada com o término do relacionamento.
Acredite! Você superará!
Paula Espíndola
#coração #fimrelacionamento #paulaespindolapsicologa #insightpsique #lutorelacionamento

sábado, 11 de janeiro de 2020

É possível relacionamento saudável mesmo com a rotina?


É POSSÍVEL RELACIONAMENTO SAUDÁVEL MESMO COM A ROTINA?
              Se eu não acreditasse em relacionamentos saudáveis não seria psicóloga com foco e experiência em relacionamentos e terapia de casal.
              Aqui vão algumas estratégias maravilhosas para se ter e manter um relacionamento saudável, que são:
·       Mantenha um diálogo assertivo;
·       Não deixe passar qualquer assunto que esteja te incomodando;
·       Não idealize seu parceiro, aceite que não existe ninguém perfeito;
·       Lembre-se de elogiar seu parceiro;
·       Reserve um tempo significativo para o casal;
·       Relembre e reviva bons momentos do casal;
·       Releve o que for possível, pense antes de falar e agir, cuidado com a impulsividade;
·       Esteja pronto para ajudar seu parceiro em todos os momentos;
·       Estimule a chama acesa da relação;
·       Faça pequenas surpresas para alinhar a relação;
·       Seja gentil, lembre-se que existem palavras para agradecimento e desculpas;
·       Descubra a linguagem do amor do seu parceiro.
Está disposto a investir em seu relacionamento?
Paula Espíndola
#relacionamentosaudavel #relacionamentoamoroso #paulaespindolapsicologa #insightpsique